25 Jun 2024

Enagás, GRTgaz, Teréga e REN assinam MoU para desenvolvimento do H2med

● Os quatro ORT também apresentam, na quinta-feira, 15 de dezembro de 2022, uma candidatura conjunta a Projeto de Interesse Comum (PCI) ● H2med será o primeiro Corredor de Hidrogénio Verde na UE

13 de dezembro de 2022. O ORT espanhol Enagás, os ORT franceses GRTgaz e Teréga e o ORT português REN assinaram um Memorando de Entendimento (MoU) para formalizar o seu compromisso em colaborar de forma coordenada no desenvolvimento conjunto do H2med, na sequência do mandato dos Governos dos três países conferido na Cimeira Euromed no passado dia 9 de Dezembro. O objetivo desta parceria consiste em tornar a infraestrutura disponível a partir de 2030.

No dia 20 de outubro de 2022, o Presidente do Governo de Espanha, o Presidente da República Francesa e o Primeiro-Ministro de Portugal decidiram acelerar o desenvolvimento das interligações de energia e criar um corredor de energia verde que liga Portugal, Espanha e França à rede de energia da UE. Também acordaram a realização de uma interligação de hidrogénio entre Portugal e Espanha (Celorico-Zamora), assim como o desenvolvimento de um gasoduto submarino ligando Espanha e França (Barcelona-Marselha) para transportar hidrogénio renovável da Península Ibérica para a Europa Central. Os três líderes ratificaram este compromisso na Cimeira Euro-Mediterrânica no passado dia 9 de dezembro, com o apoio da Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

Os quatro Operadores de Redes de Transporte (ORT) acolheram esta decisão de forma muito favorável. O H2med é um exemplo claro de cooperação e multilateralismo entre países vizinhos com um objetivo comum: a descarbonização da Europa. Têm cooperado desde 20 de outubro para prestar aconselhamento técnico aos respetivos governos relativamente ao desenvolvimento do H2med.

A Enagás, a GRTgaz, a Teréga e a REN também vão apresentar, em conjunto, na quinta-feira, dia 15 de dezembro de 2022, estes projetos como candidatos a Projeto de Interesse Comum ao abrigo do novo Regulamento da Rede Transeuropeia de Energia (RTE-E) (EU/2022/869).

O desenvolvimento do H2med é o primeiro pilar do European Hydrogen Backbone com o objetivo de acelerar a descarbonização da Europa, ao criar a infraestrutura de hidrogénio necessária para permitir o desenvolvimento de um mercado de hidrogénio líquido, competitivo e pan-europeu. O H2med irá acelerar a implementação do hidrogénio na Europa e ligar a Península Ibérica a França e ao norte da Europa.

Entre os benefícios deste projeto estão a promoção do desenvolvimento industrial, com elevado nível de inovação, a redução das emissões e o desenvolvimento das energias renováveis, assim como a criação de emprego e a promoção de uma transição justa.

O H2med terá capacidade para transportar até 2 milhões de toneladas por ano (MTPA) de hidrogénio renovável, o que representa 10% do consumo previsto na Europa em 2030, segundo o REPowerEU.

Acerca da Enagás

A Enagás é uma ORT (Operadora de Redes de Transporte) com 50 anos de experiência no desenvolvimento, operação e manutenção de infraestruturas energéticas. Tem mais de 12 000 km de gasodutos, três instalações de armazenamento estratégicas, oito instalações de regaseificação e opera em oito países: Espanha, Estados Unidos, México, Peru, Alemanha, Albânia, Grécia e Itália. Em Espanha, é a principal transportadora de gás natural e a gestora técnica do sistema de gás.
De acordo com o seu compromisso com a transição energética, a Enagás anunciou que antecipou o seu objetivo de ser neutra em carbono até 2040. A empresa está comprometida com o desenvolvimento de gases renováveis (como o biometano ou o hidrogénio verde), a mobilidade sustentável e a eficiência energética, entre outras áreas. A empresa é líder mundial no seu setor nos principais índices de sustentabilidade, como o Dow Jones Sustainability World Index, está incluída no CDP Climate Change A List 2021 e obteve a classificação ESG mais alta no seu setor no índice de sustentabilidade FTSE4Good.

Contacto para a Imprensa: dircom@enagas.es; (+34) 91 709 93 40

Acerca da GRTgaz

A GRTgaz é a segunda maior transportadora de gás da Europa, com 32 500 km de canalizações e 640 TWh de gás transportado. A empresa possui 3000 colaboradores e gerou cerca de 2300 milhões de euros de volume de negócios em 2021. A GRTgaz tem um objetivo principal: “Juntos vamos criar um futuro energético seguro, acessível e com impacto neutro no clima.” A GRTgaz é uma empresa inovadora que está a passar por uma grande transformação para adaptar a sua rede aos desafios ecológicos e digitais. A empresa comprometeu-se em criar um cabaz de gás totalmente neutro em carbono em França até 2050. Apoia os setores do hidrogénio e gás renovável (biometano e gás a partir de resíduos sólidos e líquidos). A GRTgaz efetua missões de serviço público para garantir a segurança do transporte para os seus 945 clientes (transportadores, distribuidores, clientes industriais, produtores e fábricas de biometano). Juntamente com as suas subsidiárias Elengy, líder europeia em terminais de GNL, e GRTgaz Deutschland, operadora da rede de transporte MEGAL na Alemanha, a GRTgaz desempenha um papel fundamental no panorama europeu das infraestruturas de gás. A empresa exporta o seu know-how internacionalmente, em particular, os serviços desenvolvidos pelo próprio centro de investigação, o RICE. Visite-nos em https://www.grtgaz.com/ e no Twitter, LinkedIn, Instagram e Facebook

Contacto para a Imprensa: Valentine LEDUC; valentine.leduc@grtgaz.fr; (+33) 7 64 78 26 47

Acerca da Teréga

Implantada no Sudoeste, cruzamento dos principais fluxos de gás da Europa, a Teréga tem aplicado o seu know-how excecional há mais de 75 anos no desenvolvimento de infraestruturas de transporte e armazenamento de gás e, hoje, concebe soluções inovadoras para enfrentar os maiores desafios energéticos em França e na Europa. Verdadeiro acelerador da transição energética, a Teréga possui mais de 5000 km de gasodutos e duas instalações de armazenamento subterrâneo que representam, respetivamente, 16% da rede francesa de transporte de gás e 26% da capacidade de armazenamento nacional. A empresa gerou receitas de 488 milhões de euros em 2021 e possui aproximadamente 650 colaboradores. Visite-nos em https://www.terega.fr/ e no Twitter e LinkedIn.

Céline DALLEST: celine.dallest@terega.fr; (+33) 6 38 89 11 07

Acerca da REN

A REN (REN – Gasodutos, S.A.) é a ORT portuguesa do setor do gás. A REN – Gasodutos S.A. é uma subsidiária da REN – Redes Energéticas Nacionais, SGPS, S.A., empresa portuguesa de capital aberto e holding de um grupo que explora o transporte de eletricidade e terminais de GNL, e infraestruturas de armazenamento, transporte e distribuição de gás. A REN – Gasodutos S.A. é responsável pela gestão técnica do sistema de gás português e, desde dezembro de 2021, é a única responsável pela exploração do sistema de transporte de gás em alta pressão em Portugal, constituído por uma rede de 1375 km de gasodutos. A REN está no âmago do sistema energético em Portugal e atua como facilitadora da transição energética, empenhada em alcançar a neutralidade carbónica até 2040.

Contacto para a Imprensa: Paulo Camacho; paulo.camacho@ren.pt; (+351) 929029187

O que está nas notícias?